3 de maio de 2014

Resenha Amor de redenção - Francine Rivers


Uma prostituta que não aguenta mais a sua profissão e um fazendeiro que se mantêm puro esperando a mulher que Deus escolheu para ele, mas o que não esperava era que seria justamente uma mulher da vida. Linda, maravilhosa, mas uma mulher que ganhava a vida com o seu corpo. Michael amava e obedecia a Deus e, pois mais indignado que ficasse no inicio percebeu que essa era a vontade de Deus. Como faria para tirar Angel do bordel não sabia, mas a única coisa que podia se apegar e confiar, era que Deus estava com Ele.
De uma maneira que nenhum dois dois esperasse, ele a tirou do bordel e levou para sua fazenda. Por mais que ela não se lembrasse como tudo ocorrera, apenas uma coisa ela sabia, estava casada com Michael, o homem virgem que durante várias noites pagou apenas para tentar conversar com ela, o que era algo quase impossível, já que ela havia erguido uma imensa barreira em sua vida.
Angel não conhecia o amor, não acreditava em Deus e nem nos bons gestos das pessoas. A única coisa que ela conheceu da vida era o mal, ser usada e abusada, as pessoas sempre querendo algo em troca. Nunca sentiu prazer nos homens por mais que fizesse o seu trabalho todas as noites. Ela colocou um bloqueio muito grande e com o orgulho junto, era a única coisa que a  fazia viver.
Tentou se matar, pois não aguentava mais viver daquela maneira, mas então, Michael chegou a resgatando, mesmo que o que ela mais queria, era ficar longe dele.
Então começa uma longa jornada na vida de Angel e Michael. No começo ele começa a chama-la de Amara por tão amargura que ela é. Ele tenta de todas as formas mostrar que ele a ama. Mas muitos já disseram isso para ela. Michael teria uma grande provação com a mulher que Deus designou para ela e que ele tanto amava. Não importava com o seu passado, ele simplesmente a amava de uma maneira surpreendente.
Angel tenta de todas as formas lutar contra as investidas de Michael,  e é uma luta constante contra ela mesmo, e ele. Michael lê a Biblia e acredita em Deus, ela o ignoro, de todas as formas. Mas, Michael sempre a surpreende perdoando, compreendendo as suas barreiras.
Ela foge algumas vezes de casa, e cada vez que isso acontecia algo mudava dentro dela. Não sabia, mas Michael estava desmanchando as parades internas do seu coração. Ele começa a chamá-la de Amanda. A convicção de Michael de que Deus estar em tudo começa a jorrar dentro dela, e quando finalmente ela percebe que o ama como nunca soube ser capaz, fica assustada, e então por algo drágico do seu passo ela foge mais uma vez.
Michael quer correr atrás, mas Deus diz, não. Deixe-a ir. Então ele compreende, ela terá que vir por vontade própria para saber que é livre e não escrava, como fora por toda a sua vida.
Poderia continuar falando e falando, mas não quero cortar o barato de se ler o livro e se surpreender com cada página. Fiquei apaixonada, surpreendida com essa história. É mais do que uma lição de vida, é algo que precisamos ler, aprender e abrir nossos olhos. Se fosse para escrever o quão profundo e impactante é, o texto ficaria imenso demais, e ainda seria pouco.
A profundidade da drama não está só no romance entre Angel e Michael, está mais além. Fala do que muita gente sente, do vazio nos olhos, da esperança perdida, de  achar que nunca deveria ter nascido, do passado cheio de vergonha, do preconceito,  do amor de Deus que surpreende até o pior dos pecadores. Angel não se sente digna de nada, e simplesmente não acredita em Deus, pois sua vida foi só destruição e pecado. Então, quando ela fica frente à frente com o que é o amor, ela se assusta, se apavora, não se sente merecida, não consegue apagar o pecado, não consegue ir adiante. Acaba fazendo de Michael o seu deus, e ainda assim ela não se sente completa, plena. E só quando ela de distância dele, ela encontra o verdadeiro Deus, de uma forma que nunca imaginou. Por um tris está quase voltando à sua antiga profissão, e no desespero, ela clama a Deus. E quando menos espera, ela descobre que não está sozinha. E se depara mais uma vez com o amor incondicional de Deus.
Uma história mais que perfeita. Não tem como não se emocionar ou se sentir tocado. Temos tanto que melhorar em nossas vidas. Pessoas precisam da nossa compaixão e amor, mas as vezes somos tão mesquinhos que ignoramos, por preconceito ou por orgulho. Está na hora de amarmos, simplesmente porque Deus nos ama, e Ele não olha para o nosso passado, por mais vergonhoso que seja. Não importa o que você fez, Ele ainda te ama. Não merecemos isso, Ele sabe, mas não se importa, porque Ele escolheu nos Amar. Simples, perfeito e surpreendente assim.

A sua graça nos basta a e o seu amor nos completa. E isso, meu querido, é mais real do que possa imaginar.



3 comentários:

Isabela Castro disse...

Que resenha linda, adorei o blog. É difícil encontrar blogueiras que compartilhem uma fé tão bonita. Tento sempre levar aos meus leitores um pouco da palavra de Deus, mas as vezes me sinto um pouco receosa, ao ver um mundo tão eclético. É bom ver pessoas como vc, falando do amor de Deus tão abertamente. Continue assim Bjao ^^
http://coisasdebelaa.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

Q linda resenha ja fiquei interessanda em ler o livro!!!!!

Patricia Alves disse...

Li esse livro somente por causa da sua resenha e só posso dizer que é maravilhoso!!!
Nunca tinha lido nada parecido, e me encantei.

 renata massa