4 de fevereiro de 2013

Entrevista com Glaucia Santos

       Mais uma semana começando e para nos alegrar ainda mais, quero te convidar a conhecer mais uma
autora nacional. Então, estique seus pés, pegue um suco ou café e vem com a agente.

Conte um pouco mais sobre você. Quem é Glaucia Santos?

Eu sou uma mulher de quase 33 anos, casada, não tenho filhos, tenho dois cachorros e três gatas, e sou tia de vários sobrinhos, trabalho em uma empresa multinacional, sou leitora compulsiva, blogueira e autora nas horas vagas. Formei-me em Sistemas de informação na Unigranrio, em Duque de Caxias em 2006.
Quem me conhece sabe que sou bem engraçada. Rsrsrs As pessoas dizem que sou uma figura e eu acredito. Rsrss Sou muito falante (até demais) e amiga.
Juntei o meu pseudônimo (Glaucia) com meu sobrenome (Santos). Para quem me conhece sou apenas Gleice.

Como começou a escrever?

Comecei a escrever no final de 2008, depois de ler Crepúsculo, pois não fiquei muito feliz com o final. Resolvi criar as minhas próprias versões, através de fanfics. Publiquei várias fanfics (Jake X Ness) com o pseudônimo Glaucia Black. Depois exclui as fanfics e criei um blog (fechado) para as minhas leitoras fieis. Venho publicando histórias desde então.
Eu não sabia que “sabia e podia” escrever algo. Nunca havia criado uma história, no papel, apesar da mente super criativa. Depois da primeira, fui escrevendo várias fanfics, uma após a outra, e tomei gosto pela coisa. Escrever é delicioso! Ter o feedback das leitoras, através de comentários lindos, sempre me estimularam e serviram como terapia por algum tempo. Hoje não sei viver sem escrever... Isso faz parte de quem eu sou.

De onde surgiu a ideia do livro.

O tema para o livro era antigo e estava engavetado, assim como várias ideias que tenho. Eu tentei publicar a minha fanfic mais famosa, Opposing Souls, e o rapaz de uma editora muito conhecido me disse que nunca publicaria fanfic, e quase disse que a minha história era um plágio. Por meses me senti arrasada e parei de escrever, mas fui estimulada pelas minhas leitoras e amigas, então resolvi criar algo novo e palpável para a publicação. Mas não queria que fosse como as demais histórias. Eu queria passar algum tipo de mensagem nesse primeiro livro e assim nasceu Para Sempre.
Inicialmente a história foi baseada na música Por enquanto, mas conforme comecei e trabalhar, ela criou forma e acabou ficando um pouco diferente do que havia imaginado. Tive a ideia de colocar o casal de idosos, usando dois tempos verbais, para destrinchar a trama, após de me lembrar do final de Diário de uma paixão. Depois que a trama tomou forma ficou muito linda e emocionante. A mensagem que queria passar, certamente foi entregue à muitas pessoas. Hoje me sinto satisfeita com o trabalho e pronta para a publicação do próximo.

Como foi o processo de publicação?

O processo de publicação foi estressante e cansativo demais. Encontrar uma editora, pagar para publicar e passar por todas as etapas do processo deixa qualquer pessoa de cabelos em pé. Acho que antes das pessoas pensarem em publicar um livro, deveriam conversar com autores e saber como a coisa funciona. Fica a dica.
Autor no Brasil não ganha dinheiro e tem que ralar muito. Um entre mil consegue alcançar o topo e mesmo assim, depois de muitos anos de ralação.
Além disso, o processo de divulgação é bem caro. Eu tive que gastar muito com livros para parceiros, sorteios e também com brindes; e até hoje não recuperei o investimento.

Para sempre
Sinopse: Elizabeth e Justin se conheceram quando crianças. Foram melhores amigos e juntos descobriram o significado do amor e da paixão. Após um afastamento de dez anos, eles se reencontram e podem então viver esses sentimentos tão irresistíveis, lutando contra dificuldades, dramas e conflitos familiares. Mas a vida não é feita apenas de lutas; e com muita fé eles descobrem que o verdadeiro amor é capaz de transpor todos os obstáculos, valorizando cada pequeno gesto e momento, e que tudo vale a pena quando se tem a capacidade de amar e perdoar.

"Quando Justin disse que era “para sempre” havia verdade em suas palavras. Assim como o “eu te amo” tocou o meu coração, eu também acreditei que seria assim. Mesmo depois de tudo o que nos aconteceu, as palavras dele continuavam ecoando em minha mente. Anos se passaram e as lembranças eram apenas remotos flashes em minha mente. Algumas vezes muito vívidas e outras apenas lembranças passageiras de um bom tempo. Às vezes acordava sonhando e sorria com as lembranças... Era tão real. Mas eu não acreditei que aquelas palavras, aparentemente meras palavras, ditas por crianças, não fossem verdadeiras. Ao pronunciá-las, ele as disse com verdade. E eu permaneci acreditando toda a minha vida. Foi a minha fé nesse amor que me manteve durante nossa separação de dez anos. Foi fé em um garoto que olhava para mim como se fosse a coisa mais preciosa do mundo... Sim! Fé! Essa palavra nos acompanhou e ativou a nossa esperança. Acredito que foi ela que deu uma mãozinha para o destino e fez os nossos caminhos se reencontrarem novamente. Ela nos manteve vivos por todos esses anos e nos tornou o que somos. Foi isso que ensinamos para os nossos filhos e netos... Nunca abandonar a fé. Seja nas pessoas, mas promessas ou nos milagres de Deus."

Um livro que recomenda...

Eu recomendo vários livros. Rsrsrs Sou leitora compulsiva e leio mais do que como... De verdade. Rsrss Mas deixarei algumas recomendações de autores nacionais.

Entre a nobreza e o Crime – Jane Heman
A infiltrada – Nathalia Guimarães
Ser Clara – Janaina Rico
Pobre não tem sorte 1 e o 2 – Leia Rego
Adeus humanidade – Marcia Rubim
O último beijo – Caca Adriane
Sob a luz dos seus olhos – Christine M.
Amor no Ninho – Maribel Azevedo
Amor inteiro – Maribel Azevedo
Equinócio – Lu Piras
Despertar – Helena Andrade
Perdida – Carina Rissi
Segredos – Tatiana Amaral
Marcas indeléveis – Athange Ferreira
Vale das borboletas – Amanda Vieira
A Magia do Amuleto - Cristina Brandão, Márcia Figueiredo
Por falar em disputa - Aline Negosseki Teixeira
Sol em minha noite – Fah Bastos

Esses são alguns dos nacionais que li e lembro agora. São lindos demais e tenho orgulho dos nossos autores, por esses livros que estão nessa lista.

Autor (a) que é sua inspiração...

Eu tenho a veia dramática mais aguçada do que a cômica, então gosto de romances com drama. Daqueles que me lembram as novelas mexicanas, com vilões horrorosos e mocinhas que sofrem. Rsrsrs Então gosto de autores nessa linha. Nicholas Sparks faz mais a linha que sigo, sabe? Eu consigo fazer rir, às vezes; mas quando se trata de fazer chorar é comigo mesma. Kkk Também gosto de romance sobrenatural e engraçado, assim J. R. Ward e Jeaniene Frost também entram na lista. Agora eu AMO de montão um romance histórico e minhas DIVAS são Candace Camp, Julia Quin, Nicole Jordan e Emma Wildes.

Deixe uma mensagem para todos aqueles que estão em busca de seus sonhos.

Olha, eu acho que a pessoa nunca deve desistir. Talvez se o rapaz, da editora fofinha, não houvesse dito que eu “nunca” publicaria, não houvesse me empenhado tanto para lançar o livro. Então não dê atenção para os “nuncas” da vida. Se você quer publicar, de verdade,
saiba que receberá muitas portas fechadas, mas não é impossível. Acredite em seu sonho, tenha fé e entregue nas mãos de Deus. Com trabalho, determinação e um pouco de luta você consegue.

As redes sociais da autora


Do livro

Trechos do livro: 1 - 2  - 3


Até a próxima pessoal!



4 comentários:

Cantinho da Glaucia disse...

Oi amore! Amei o bate papo. Obrigada pela oportunidade de mostrar o meu trabalho.

bjs no core

Marcia Rubim disse...

Muito legal saber mais sobre nossos queridos autores nacionais, e mais ainda, me surpreender com a indicação de leitura do meu livro, Adeus à Humanidade!
Obrigada, Glácia!
Adorei a entrevista estou louca para ler Para Sempre!
Bjs e parabéns ao blog

Marcia Rubim
marcia-rubim.blogspot.com.br
@marcia_rubim

Anônimo disse...

É sempre bom conhecer particularidades dos nossos autores. Muito legal a entrevista.
Parabéns a Glaucia e a Joice. Belas perguntas e ótimas respostas.
Abraço.
Marco Antonio Rodrigues.

Jo Turqueza disse...

Selo para você no meu Blog.
The "Versatile Blogger Award"
Conte para mim?
Beijos.

 renata massa